Assinaturas validadas para ativar o Referendo sobre a maconha na Itália

Written by on 17 janeiro, 2022

Após alguns meses atrás, ativistas na Itália apresentaram à Suprema Corte 630.000 assinaturas para convocar um referendo para legalizar o cultivo pessoal da maconha, as autoridades do país europeu certificaram as assinaturas coletadas. Entretanto, ainda há um passo pendente para ativar o processo de consulta.

Agora que as assinaturas são confirmadas, o referendo passará para a Corte Constitucional, “que determinará a legalidade das disposições da proposta”. Essa decisão será emitida em 15 de fevereiro e, se for considerada legal, o governo estabelecerá uma data para a votação”, informou Marijuana Moment.

Isso mesmo, a Corte Constitucional analisará se a medida entraria em conflito com a Constituição, com o sistema tributário do país ou com tratados internacionais dos quais a Itália é parte.

Se os tribunais permitirem que o referendo avance, espera-se que os eleitores tenham a oportunidade de decidir sobre a mudança de política este ano, possivelmente entre 15 de abril e 15 de junho.

Vale mencionar que, caso o referendo chegue às urnas, seria necessária uma maioria simples para que ele seja promulgado.

A proposta italiana acabaria completamente com a criminalização do cultivo da maconha. Da mesma forma, a medida também legalizaria o cultivo pessoal de outras plantas psicoativas e cogumelos, como a psilocibina.

“Acreditamos que o fato de termos conseguido coletar mais de 500.000 assinaturas on-line em uma semana será levado em consideração como uma forte petição para mudar várias proibições não razoáveis em nossos livros”, disse Marco Perduca, presidente do comitê de referendo.


Current track

Title

Artist