Conhecer as causas do espigamento nas plantas de maconha

Written by on 25 julho, 2021

Se você não controlar o ambiente no qual suas plantas de maconha crescem; o problema que pode surgir é que suas flores de maconha se espigam, fazem com que suas plantas se estiquem verticalmente e se tornem mais longas do que o desejado.

Este é um fenômeno que os cultivadores devem evitar a todo custo, pois o pico de suas estirpes de maconha pode afetar o rendimento de suas colheitas, uma vez que as plantas acabam sendo muito longas, pobres e com caules mais fracos.

Os problemas de pico em suas flores de maconha podem se dever a várias razões; portanto, mencionaremos algumas delas para que você esteja ciente.

1- Genética

Uma das principais razões pelas quais o pico de alguma planta de maconha pode ser por causa da genética da estirpe.

Veja, algumas flores de maconha tendem a se esticar mais do que outras; por exemplo, a indica é mais exuberante enquanto as sativas tendem a se alongar mais, estas geralmente experimentam um alto crescimento na floração que pode até atingir até 2 metros de altura; no entanto, tenha em mente que, até certo ponto, este crescimento não é prejudicial.

2- Iluminação

É um fator chave. As plantas de cannabis que não recebem luz suficiente tendem a aumentar. Se a lâmpada estiver muito distante, a planta crescerá rapidamente para alcançar a lâmpada e assim encontrar a luz de que necessita. Entretanto, não é aconselhável colocar as luzes perto de suas meninas porque você pode acabar queimando as pontas de suas flores.

3- Calor

O calor na sala de cultivo também pode ser outro fator que faz com que as sativas cresçam excessivamente.

Temperaturas acima de 27ºC empurrarão os caules para crescerem cada vez mais até atingirem sua capacidade.

Lâmpadas que produzem calor e são colocadas muito perto das flores criarão um ambiente intolerável e podem fazer com que suas estirpes se estiquem como resultado.


Current track

Title

Artist